loading...

Hospítal Regional será 100% SUS, anuncia secretário Gabbardo em entrevista coletiva

Hospítal Regional será 100% SUS, anuncia secretário Gabbardo em entrevista coletiva

Os 270 leitos do Hospital Regional de Santa Maria serão 100% destinados para atendimento pelo Sistema Único de Saúde, o SUS. A informação foi confirmada agora a pouco pelo secretário Estadual da Saúde, João Gabbardo dos Reis, em entrevista coletiva concedida no Auditório da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS). Segundo ele, a expectativa é de que, ainda nos próximos meses o serviço de ambulatório do hospital já estará à disposição da população.

Nos próximos dias a Secretaria Estadual da Saúde assinará o contrato e o convênio com o anunciado gestor do Hospital Regional, o instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul. Gabbardo também confirmou informação antecipada pela Rádio Medianeira, de que os equipamentos necessários para a abertura da instituição hospitalar serão adquiridos e alugados, pelo Ministério da Saúde e Governo do Estado. Estima-se que serão necessários investir cerca de R$ 60 milhões para a aquisição dos materiais.

Durante a coletiva o secretário Gabbardo revelou que pelo menos seis instituições foram procuradas para assumir a gestão do Hospital Regional. Entre elas, a PUC de Porto Alegre, que chegou a cogitar a abertura, em Santa Maria, de um curso de Medicina. “Mas como houve a mudança da Reitoria durante as discussões as tratativas não evoluiram”, disse o secretário.

Com relação a possibilidade da Empresa Brasileira de Gestão Hospitalar (Ebsehr) assumir a administração do hospital, o secretário Estadual da Saúde disse que a instituição afirmou que não teria condições, pois enfrentava dificuldades, inclusive, para manter o pessoal do próprio Hospital Universitário de Santa Maria (Husm). “Tenho, aqui, um documento comprovando a negativa da Ebsehr”, disse Gabbardo. Segundo o secretário, não há prazo para que o hospital abra as suas portas e inicie o atendimento.

“Mas vamos trabalhar rápido para fazer o contrato e o convênio para a obtenção de recursos junto ao Governo Federal e do Estado para a aquisição dos equipamentos. Esperamos, em breve, começar o processo seletivo para a contratação de médicos e técnicos para abrir os serviços ambulatoriais aos pacientes crônicos, hipertensos e diabéticos, especialmente, diminuindo a quantidade de internações, atendendo, em seguida, a neurologia, cardiologia, endocrinologia, traumatologia e outras especialidades demandadas na região. Quero sair da Secretaria de Saúde, ao final de 2018, com o hospital funcionando. Esse é o meu desejo”, projetou Gabbardo.

Confira partir das 17h30, toda a repercussão do anúncio feito na tarde desta sexta-feira, sobre a gestão e funcionamento do Hospital Regional de Santa Maria.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB11.110

Cobertura e foto: Rodrigo Thiel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *