loading...

Reunião técnica aponta melancia como alternativa de renda em Santa Maria

Reunião técnica aponta melancia como alternativa de renda em Santa Maria

Janeiro é época de comprar melancias baratas e saborosas. Mas não é apenas nas feiras e nos supermercados que elas se destacam. No meio rural de Santa Maria, é tempo de colheita da fruta, degustação, avaliação dos resultados e planejamento dos próximos plantios. Por isso, a Emater RS-Ascar promoveu reunião técnica sobre a melancia como fonte de renda, custos e receitas, na propriedade de Antônio Sérgio e Elaine Bianchi, produtores do distrito de Arroio do Só.

Com um público de 35 pessoas, a reunião apresentou o manejo da cultura de melancia e os bons resultados da propriedade visitada, procurando incentivar o plantio.

As extensionistas sociais do Escritório Municipal da Emater RS de Santa Maria, Ana Paula Velasquez de Medeiros e Maria Antonieta Venturini Martinez, apresentaram as propriedades nutricionais da melancia e os benefícios para a saúde humana (função diurética, importância para a pressão arterial e para o bom funcionamento dos rins e do coração, entre outros).

Já os extensionistas rurais Carlos Moro, Guilherme Godoy dos Santos e Marciano Loureiro, também do Escritório Municipal de Santa Maria, relataram as técnicas empreendidas no cultivo da melancia, entre elas, as etapas necessárias para a obtenção de uma boa lavoura: conhecimento da área, análise e preparo do solo, plantio, tratos culturais e colheita dos frutos. As práticas de adubação também foram destaque, as quais devem ser feitas, se possível, sempre após a chuva e em quatro períodos: no plantio e após 30, 45 e 60 dias.

Além disso, a estagiária Camila Freitas Santini, estudante de Engenharia Florestal, apresentou os cálculos realizados pela Emater RS e pelos produtores a respeito dos custos da lavoura de melancia e dos lucros obtidos na produção de Antônio e Elaine – em quatro meses de trabalho, as despesas foram de R$ 1,3 mil, com uma receita de R$ 15,3 mil e lucro de R$ 14 mil.

Outro assunto da reunião foi a aplicação de fungicidas orgânicos, utilizados na lavoura por orientação da Emater RS. “Fizemos aplicação apenas de produtos orgânicos na plantação, principalmente da calda bordalesa, de fácil preparo e baixo custo, e o principal é que a gente trabalha e não se envenena”, assegurou a produtora Elaine Bianchi.

Resultados

Na propriedade da família Bianchi, em uma área de 0,36 hectare, já foi possível colher aproximadamente 1,3 mil melancias, direcionadas à comercialização na Região Central do RS.

Antônio Sérgio Bianchi trabalha com o plantio de melancia há mais de 30 anos, mas esse foi o primeiro no qual solicitou auxílio técnico da Emater RS. “A planta se desenvolveu mais adubada, mais verdinha, se conservou mais, porque tem época em que ela não se conserva e que dá peste”, avaliou o produtor.

“Nós viemos com orientações técnicas, com o conhecimento que a Emater transmite, e a família acolheu muito bem”, expressou o extensionista Marciano Loureiro. “Os técnicos auxiliaram em todas as etapas de produção, desde a coleta de amostra de solos, análise de solos, acompanhamento do plantio, os tratos e a adubação”, completou.

Melancia em Santa Maria

O extensionista Guilherme Godoy dos Santos afirmou que há em torno de 60 hectares utilizados anualmente para o cultivo de melancia em Santa Maria. Ele apontou que “praticamente 100% da produção é realizada pela agricultura familiar, por isso, é excelente fonte de renda para o agricultor, que em uma área pequena consegue obter R$ 14 mil ou R$ 15 mil de lucro tranquilamente. É uma grande oportunidade, porque em um pequeno espaço é possível produzir uma cultura com lucratividade significativa”.

De acordo com Godoy, em Santa Maria, a cultura da melancia se dá em propriedades baseadas na diversidade produtiva. “Por ser, geralmente, uma cultura secundária, pode representar a garantia de renda às famílias agrícolas em momentos de dificuldades na produção”, apontou o técnico da Emater RS.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)

Texto: Helena Boucinha/Ascom Emater RS
Foto: Foto: Helena Boucinha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *