A Brigada Militar lançou a Operação Avante Visibilidade, nesta quarta-feira (3), em cerimônia na Praça Itália, junto ao Shopping Praia de Belas, ocasião em que foram apresentados os 142 alunos-soldados que reforçarão o policiamento ostensivo nas ruas de Porto Alegre, numa ação de visibilidade, combate , prevenção e repressão à criminalidade.

Em Porto Alegre, os alunos-soldados vão reforçar as áreas dos seis batalhões, em pontos considerados estratégicos, até 19 de fevereiro, compensando o deslocamento de parte dos policiais para o Litoral, na Operação Golfinho.

De acordo com o comandante-geral da BM, coronel Andreis Silvio Dal’Lago, a iniciativa visa a aumentar a percepção de segurança. “Eles vão trabalhar na repressão também  e em abordagens, vão fazer prisões, mas o foco é a percepção de segurança na comunidade. Eles estarão presentes principalmente em eixos do comércio, controlando o transporte coletivo e áreas problemáticas em termos de segurança pública”, explicou o coronel Andreis.

Os alunos, que estão em estágio operacional supervisionado, vão atuar, na Região Metropolitana (100), Vale do Sinos (57), Serra (56), Litoral (53) e em áreas Centro-Sul (40) e  Central do Estado (36), reforçando o efetivo local. No total, são 484 alunos-soldados das Escolas de Formação e Especialização de Soldados de Porto Alegre, Osório, Guaíba, Montenegro e Santa Maria.

O comandante-geral da BM destacou que, com a Operação Visibilidade, espera deixar a população segura a ponto de frequentar locais públicos com tranquilidade e, ao mesmo tempo, intimidar os delinquentes. “Quem tem que ter medo é aquele que optou pelo crime, e não o cidadão de bem”, alertou.

O secretário da Segurança Pública, Cezar Schirmer, que prestigiou o ato, afirmou que, além do reforço de efetivo, a BM recebeu, recentemente, 192 novas viaturas. “Estes alunos-soldados estarão nas ruas já como policiais formados no início de abril. No segundo semestre, devemos ter o ingresso de novos concursados, cuja formatura será no final do ano”, disse.

Participaram do lançamento da operação, o secretário adjunto da SSP, coronel Everton Oltramari, o subcomandante-geral coronel Mario Yukio Ikeda, o chefe do Estado-Maior da BM, Julio Cesar Rocha Lopes, o comandante do CPC, coronel Jefferson Barros Jacques, o deputado Tiago Simon, entre outros.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)

Texto: Clelia Admar/ Ascom BM
Edição: Léa Aragón/ Secom

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA