loading...

Estado quita salários de até R$ 6 mil e anuncia 13º integral via empréstimo no Banrisul

Estado quita salários de até R$ 6 mil e anuncia 13º integral via empréstimo no Banrisul

O governo do Estado irá quitar, nesta terça-feira (12), os salários de novembro para os servidores com rendimento líquido entre R$ 3 mil e R$ 6 mil. Com mais este pagamento, 88% do funcionalismo (299.421 vínculos) estará com a folha em dia. Para atender a este grupo, que representa 88.257 matrículas, a Secretaria da Fazenda precisou reunir em caixa um montante de R$ 396,3 milhões, recursos com origem na arrecadação de ICMS sobre combustíveis, energia elétrica e telecomunicações. O crédito estará disponível para saque logo ao amanhecer do dia.

A quitação aos 12% dos servidores do Poder Executivo está prevista para esta quarta-feira (13). Ainda na manhã desta segunda (11), houve o pagamento dos salários para quem recebe líquido entre R$ 2,5 mil e R$ 3 mil. Ao depositar os salários de até R$ 6 mil líquidos, 99% do Magistério estará contemplado, o que representa 162 mil matrículas de professores (a maior categoria do serviço público).

A folha líquida de novembro para as 342.646 matrículas do Poder Executivo (ativos, inativos e pensionistas) ficou em R$ 1,188 bilhão (sem considerar as consignações – empréstimos bancários).

Folha de novembro

* Dia 30/11 (manhã) – Até R$ 1,2 mil líquidos (61 mil matrículas) – R$ 59,7 milhões

* 30/11 – 12ª parcela do 13º salário de 2016 (100% dos servidores) – R$ 102 milhões

* 30/11 – 50% do 13º salário para servidores das fundações – R$ 12 milhões

* 30/11 (noite) – Até 1,6 mil líquidos (114 mil matrículas) – R$ 80,6 milhões

* 8/12 (manhã) – Até R$ 2 mil líquidos (154 mil matrículas) – R$ 77 milhões

* 8/12 (a partir da tarde) – Até 2,5 mil (188 mil matrículas) – R$ 82,8 milhões

* 11/12 – Até 3 mil (211 mil matrículas) – R$ 65,5 milhões

* 12/12 – Até R$ 6 mil (299 mil matrículas) – R$ 396,3 milhões

13º SALÁRIO DE 2017

O governo do Estado envia à Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (12), um projeto de lei que viabiliza indenização aos servidores para o pagamento do 13º salário de 2017, integralmente e em dia, no mês de dezembro.

“Na prática, significa que todos os funcionários públicos gaúchos terão acesso aos valores do 13º em dia e integralmente. Vamos pedir que os deputados coloquem em votação o mais rapidamente possível. É mais um esforço para garantir a normalidade dos serviços públicos”, explicou o governador José Ivo Sartori em suas redes sociais.

Sartori frisou que nenhum servidor terá prejuízo, pois o Estado vai ressarcir as despesas da operação. O governador também comunicou que, nesta terça-feira, o governo dará todos os detalhes envolvendo o projeto. “Vamos seguir fazendo de tudo para arrumar a casa e construir um novo Estado. O Rio Grande do Sul tem um caminho para vencer a crise e recuperar a esperança. O futuro depende das decisões do presente. Vamos continuar lutando”, completou.

Entenda a medida:

– O governo do Estado encaminhará à Assembleia Legislativa um projeto de lei que permitirá aos servidores anteciparem, junto à rede bancária, o recebimento do 13º salário de 2017;

– A intenção do Piratini é pôr o projeto em votação na próxima semana. Isso permitirá que o valor equivalente ao 13º salário de 2017 esteja disponível aos servidores, integralmente, até 20 de dezembro deste ano;

– A antecipação é facultativa e as despesas bancárias serão compensadas pela indenização;

– O pagamento do 13º salário será feito pelo Estado em 12 parcelas mensais a serem pagas a partir de janeiro. O montante será acrescido de indenização. O percentual proposto é de 1,42%, proporcional a cada dia de atraso.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)

Texto e edição: Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *