A Justiça Federal concedeu à UFSM um mandado de reintegração de posse, tendo em vista o bloqueio do prédio da Reitoria, que ocorre há sete dias, por manifestantes que protestam contra os atos de racismo registrados pela instituição. A notificação ao grupo que permanece na Hall da Reitoria, no Campus de Camobi, foi feita no início da manhã de hoje e os manifestantes têm até às 15h para deixarem o local. O pedido de reintegração de posse foi feito na última terça-feira, por meio da Procuradoria Geral Federal, após a direção da universidade ter tentado estabelecer o diálogo e uma negociação com os estudantes. Os atos racistas estão sendo investigados pela Polícia Federal.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)

SEM COMENTÁRIOS