loading...

Com voto de Gilmar Mendes, Schirmer escapa de processo por crime eleitoral

Com voto de Gilmar Mendes, Schirmer escapa de processo por crime eleitoral

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) livrou o ex-prefeito de Santa Maria e atual secretário Estadual de Segurança Pública, Cezar Schirmer (PMDB), de responder por um suposto crime eleitoral, fato denunciado durante a campanha para reeleição ao Executivo Municipal, em 2012.

À época, Schirmer foi denunciado por supostamente ter oferecido emprego na Prefeitura a uma eleitora, em troca de apoio. O julgamento quanto a aceitação ou extinção da matéria ocorreu na noite da última terça-feira (14), em Brasília. O processo foi arquivado por quatro votos a três, sendo o voto decisivo, de desempate, a favor de Schirmer, proferido pelo presidente do TSE, o ministro Gilmar Mendes.

A sessão foi transmitida para todo o Brasil, pelo canal do TSE na TV à cabo. Schirmer foi defendido pelo advogado Daniel Tonetto, que esteve em Brasília e fez a sustentação oral da defesa, diante dos ministros, em Plenário.

OUÇA A ENTREVISTA COM O ADVOGADO DANIEL TONETO

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)

Foto: João Vilnei / CP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *