A direção do Hospital Casa de Saúde de Santa Maria, que atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS), orienta que as gestantes não procurem a instituição em razão da paralisação de atividades na Maternidade. Desde quarta-feira os oito médicos do setor não estão atendendo por falta de pagamento dos salários, atrasados desde julho, segundo os profissionais.

O diretor administrativo da instituição, Rogério Carvalho, solicita que as grávidas procurem o Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM). Os profissionais pretendem seguir com o movimento até que os valores sejam pagos. Médicos de outros setores também poderão paralisar as atividades caso não recebam. A direção da Casa de Saúde informa que aguarda repasses do Estado.

O gerente administrativo do Hospital Universitário, João Batista Vasconcellos, informou nesta quinta-feira que a situação começa a ficar complicada também na Maternidade da instituição, já que a demanda vai aumentar. Segundo ele, muitas gestantes das cidades próximas a Santa Maria acabarão se deslocando para o HUSM, o que deverá acarretar superlotação.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)

Com conteúdo do site do Correio do Povo.

Foto: João Vilnei / Reprodução

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA