O governo do Estado, através da Secretaria de Obras, Saneamento e Habitação, da Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Civil, reuniu na tarde desta sexta-feira (20), no auditório da Corsan de Santa Maria, os coordenadores de 16 órgãos estaduais com sede regional no município. Na pauta o diagnóstico e os encaminhamentos das ações em caráter de urgência para auxiliar as 1,2 mil famílias afetadas pelo temporal da madrugada de quinta-feira. A reunião também serviu para fazer um levantamento dos estragos e prejuízos nos prédios do Estado.

Ficou acordado que cada órgão realizará campanha de arrecadação de donativos, sobretudo alimentos não perecíveis e materiais de higiene. A Secretaria de Obras realizou levantamento e estima que será preciso cerca de R$ 1,5 milhão em investimentos para realizar os reparos na cidade. A reunião foi coordenada pelos secretários de Obras, Fabiano Pereira, da Segurança Pública, Cezar Schirmer e pelo chefe da Casa Militar e coordenador estadual da defesa civil, Coronel Alexandre Martins de Lima.

Segundo Fabiano Pereira, através da força-tarefa será possível realizar ação integrada dos órgãos do governo estadual para buscar atender os pleitos de forma urgente. “O governo do Estado está presente desde o primeiro momento e a força-tarefa servirá para ampliar as ações. Buscaremos recursos para realizar os reparos e garantir o acesso da população à educação e à segurança”, disse, lembrando que 11 escolas estaduais, o quartel da Brigada Militar e o reservatório de água do presídio também sofreram prejuízos.

escola site
Secretaria de Obras calcula que será preciso R$ 1,5 milhão para realizar os reparos em Santa Maria – Foto: Jean P.H. Maidana

O primeiro compromisso da agenda foi uma visita ao 4ª Comando Regional do Corpo de Bombeiro de Santa Maria, local onde está concentrado o posto de arrecadação de donativos ao município. “Estamos prestando nossa solidariedade à população de Santa Maria, um dos municípios mais atingidos pelo temporal no estado. Felizmente não tivemos registros de vítimas, mas sim de prejuízos materiais. O governo do Estado está mobilizado para dar o apoio necessário às 48 cidades e às 3,7 mil pessoas atingidas pelo temporal desta semana”, destacou Cezar Schirmer.

Chefe da Casa Militar e coordenador estadual da defesa civil, Coronel Alexandre Martins de Lima, destacou o trabalho conjunto para a reconstrução do município.

O prefeito Jorge Pozzobom falou sobre os trabalhos realizados pelo município. “A prefeitura está trabalhando para buscar minimizar os danos do temporal. Agradecer o auxílio do governo do Estado que prontamente colocou seus órgãos do governo à disposição do município para auxiliar”, destacou.

 Saiba mais

O município de Santa Maria, localizado na Região Central do Estado, foi uma das cidades mais afetadas pelo temporal, causando destelhamento de centenas de residências, quedas de postes de energia elétrica e árvores, causando a interrupção da energia elétrica em alguns bairros do município. De acordo com o levantamento preliminar da prefeitura 1,2 mil famílias tiveram prejuízos em função dos ventos.

Força-tarefa

A força-tarefa de ajuda a Santa Maria é composta por 16 órgãos estaduais, sendo eles:

  • 2ª DP Regional
  • 4ª CRS – Coordenadoria Regional de Saúde
  • 5ª CRP – IGP – Coordenadoria Regional de Perícias
  • 8ª CRE – Coordenadoria Regional de Educação
  • 8ª CROP – Coordenadoria Regional de Obras
  • Brigada Militar
  • Coordenadoria Regional da SDR (Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo)
  • Corpo de Bombeiros
  • Corsan
  • CRTAS – Coordenadoria Regional do Trabalho e Assistência Social
  • Daer
  • Defesa Civil
  • IPE
  • Polícia Civil
  • Polícia Rodoviária Federal (PRF)
  • Supervisão Regional Agricultura

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)

Colaboração: Saul Teixeira – Ascom SOP/RS

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA