O Governo do Estado, através da Secretaria dos Transportes (ST) e do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), começa a restauração da ERS-149, entre São Sepé e Nova Palma. As obras do Contrato de Restauração e Manutenção da região de Santa Maria – Cachoeira do Sul englobam 90 km e contam com investimento de R$ 46 milhões, recurso proveniente do Banco Mundial (Bird).

“Estamos investindo pesado na malha viária da região Central do Rio Grande do Sul. Ao todo, serão R$ 158,17 milhões para revitalizar 251,26 km das rodovias RSC-287, ERS-149, ERS-348, ERS-511, VRS-804, ERS-400 e RSC-481”, afirma o secretário dos transportes, Pedro Westphalen. Segundo ele, todas as estradas estão recebendo serviços de manutenção especial, como roçada, limpeza dos dispositivos de drenagem e manutenção asfáltica. “A ERS-287 também passa por restauração no momento. As atividades estão concentradas próximo à Base Aérea de Santa Maria”, complementa.

Na ERS-149, a recuperação começou pelo segmento entre a BRS-392 e Formigueiro. Os trabalhos na pista iniciaram em julho deste ano, porém desde dezembro de 2016 são realizados serviços em toda a estrada. Eles compreendem a roçada, o corte de árvores, a limpeza dos dispositivos de drenagem, entre outros.

“Continuaremos com as ações necessárias para conservar a rodovia e, em breve, partiremos para mais atividades na pista. O nosso cronograma prevê, primeiramente, os trechos de Formigueiro, Restinga Seca e São João do Polêsine”, informa o diretor-geral do Daer, Rogério Uberti. A fase de restauração do pavimento deve durar cerca de dois anos. Após esse período continuam as ações de conserva para manutenção das condições de trafegabilidade, o que ficará à cargo das empresas contratas pelo Crema até 2021.

Confira abaixo as rodovias contempladas no Crema Santa Maria – Cachoeira do Sul:

RSC-287 (55,86 km)

– entroncamento ERS-502 (Contenda) – entr. ERS-509 (Camobi, em Santa Maria)

ERS-149 (90,02 km)

– entr. BR-392 (p/ São Sepé) – entr. RSC-287 (p/ Novo Cabrais)

– entr. RSC-287 (p/ Santa Maria) – Nova Palma

ERS-348 (2,42 km)

– entr. ERS-149 (p/ São João do Polêsine) – entr. ERS-149 (p/ Faxinal do Soturno)

ERS-511 (10,07 km)

– entr. VRS-804 (p/ Silveira Martins) – Camobi (Santa Maria)

VRS-804 (12,82 km)

– entr. BRS-287 (p/ Santa Maria) – Silveira Martins

ERS-400 (45,93 km)

– entr. RSC-287/RSC-153 (p/ Candelária) – Vila União

– Vila União – entr. RSC-481/ERS-347 (Sobradinho)*

RSC-481 (34,14 km)

– entr. ERS-525 (Arroio do Tigre) – entr. RSC-481/ERS-347 (Sobradinho)

– Cerro Branco – – entr. RSC-287/RSC-153 (Novo Cabrais)*

*Obs.: trechos com restauração prevista no Programa Restauro. Posteriormente, passam a integrar o Crema, com ações de conservação e manutenção pelo período de cinco anos no total.

Acordo de Resultados

O Crema Santa Maria – Cachoeira do Sul integra o Acordo de Resultados 2017, assinado por todas as secretarias e vinculadas e que consiste no acompanhamento dos projetos definidos como prioritários para serem executados pelo governo do Estado. Os compromissos firmados envolvem o planejamento de indicadores de desempenho, ações e eficiência da gestão.

Essa rede de governança prioriza as demandas da sociedade com intuito de construir um governo mais eficiente na aplicação de recursos, mais ágil e menos burocrático, que, de forma transparente, dialogue com a população e entregue serviços de qualidade.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)

Conteúdo: Liana Ramos de Carvalho

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA