loading...

PLANTÃO: Operação Antares. Apreensão de contrabando. Prisão de foragido

PLANTÃO: Operação Antares. Apreensão de contrabando. Prisão de foragido

OPERAÇÃO

A Polícia Civil gaúcha desencadeou, nesta terça, fase 2 da Operação Antares para combater uma organização criminosa que atua na montagem de empresas fraudadoras conhecidas vulgarmente por “araras”. Foram expedidos ao todo 14 mandados de prisão preventiva, 20 mandados de prisão temporária, 14 mandados de busca e apreensão e cinco mandados de condução coercitiva, totalizando 53 medidas judiciais, para os municípios de Porto Alegre, Canoas, Cachoeirinha, Gravataí, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Parobé, Capão da Canoa, Taquara, Rolante e Farroupilha. Oito pessoas já foram presas. Cerca de 250 policiais de diversas delegacias participam da ação. De acordo com o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), as empresas investigadas eram criadas ou estruturadas em nome de “laranjas” ou por meio de falsificação de documentos para aplicar fraudes mercantis, sobretudo aos fornecedores de produtos diversos. (Com informações do Correio do Povo)

CONTRABANDO

Uma equipe da Delegacia de Polícia de São Sepé e da 4DP, sob o comando do Delegado Antônio Firmino, apreenderam na tarde de hoje, uma carga de 5.000 pacotes de cigarros contrabandeados, bem como seringas e diversos equipamentos eletrônicos. Também foram apreendidos 265Kg de carnes impróprias para o consumo humano que estavam em um açougue, no mesmo local onde estavam os materiais apreendidos carregados em duas carretas. O produto do contrabando foi entregue a Receita Federal.  O dono do açougue foi autuado em flagrante, pagou uma fiança de nove salários mínimos e responderá inquérito em liberdade.

FORAGIDO

A Brigada Militar prendeu na tarde desta segunda-feira (18), por volta das 15h20, um homem, de 57 anos, que estava foragido do Presídio de Lajeado, em Santa Maria. Ele foi detido pela Patrulha Tático Móvel (PATAMO), do 1º Regimento de Polícia Montada (1º RPMon), na Rua Venâncio Aires. O indivíduo foi condenado a uma pena de 15 anos. Após o registro na Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA), ele foi encaminhado ao sistema prisional onde permanecerá à disposição da Justiça.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *