O prefeito em exercício do Município, Sérgio Cechin, sancionou, no final da tarde desta terça-feira (22), a Lei número 6149, que autoriza o Município a realizar convênios de cooperação com o Estado.

Este é mais um passo importante dado pela Prefeitura de Santa Maria para que o contrato com a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) seja renovado. A assinatura ocorreu após a Câmara de Vereadores votar e aprovar, também nesta terça, o projeto do Executivo Municipal, encaminhado na última quinta-feira.

Prefeitura e Corsan encaminham renovação de concessão por R$ 524 milhões

Conforme a Procuradoria Jurídica do Município, o próximo passo é assinar o convênio e, posteriormente, depois de serem acertados os detalhes jurídicos, realizar a assinatura do contrato. Apesar de estar em viagem, o prefeito Jorge Pozzobom destacou que este é um momento importante para Santa Maria, lembrando que seu Governo preza pela unidade, transparência e comprometimento com a população. O chefe do Executivo aproveitou para agradecer o empenho de toda a equipe da Administração que trabalhou para que os encaminhamentos para a renovação do contrato pudessem ocorrer.

“Essa é nossa maneira de trabalhar: de forma positiva e propositiva. Hoje é um dia extremamente importante e só temos a agradecer o empenho de todos que participaram para que isso fosse possível”, disse Pozzobom.

Ao longo dos últimos meses, destacou o prefeito em exercício, Sérgio Cechin, a Administração Municipal tratou da renovação do contrato com a Corsan com muito cuidado e responsabilidade, sempre prezando pelo que seria melhor para Santa Maria e sua população.

Corsan tem três anos para terminar obra de Camobi. Santa Maria ganha nova perimetral

“Este é um convênio muito bem estudado, muito bem construído, e que será de extrema importância para o Município, e por isso tivemos muita atenção a todos os detalhes”, disse o prefeito em exercício.

O superintendente regional da Corsan, José Roberto Ceolin Epstein, vibrou com este novo passo dado para o encaminhamento da renovação de contrato. Ele esteve acompanhado dos colaboradores da Companha, que lotaram o Gabinete de Govervança e fizeram questão de registrar em fotos e vídeos o momento da sanção da Lei.

O superintendente salientou o empenho da Prefeitura em trabalhar para alcançar estes resultados e, aproveitou a oportunidade, para dizer que a Corsan também está empenhada para zerar o passivo do contrato anterior – como acabar as obras no Bairro Camobi – e comprometida em cumprir à risca o novo contrato.

“Foi um grande desafio para nós, mas, podem ter certeza, quem sairá ganhando aqui é a população de Santa Maria”, finalizou Epstein.

Também participaram do ato de assinatura, a procuradora Geral, Rossana Boeira; o coordenador Executivo do Gabinete de Governança, Carlos Pippi Brisola; a secretária de Mobilidade Urbana, Sandra Rebelato; o assessor Superior de Relações Legislativas, Paulo Denardin; o secretário de Desenvolvimento Rural, Rodrigo Menna Barreto; e a secretária adjunta de Gestão e Modernização Administrativa, Carolina Lisowski.

A Prefeitura deverá marcar uma data para a assinatura do contrato com a Corsan, que ficará responsável pelos serviços de água e saneamento na cidade por mais 35 anos, período em que deverá investir cerca de R$ 550 milhões. O término das obras de esgotamento em Camobi em três anos, a universalização do esgoto em 20 anos e a construção de uma perimetral ligando a Estância do Minuano à UFSM são alguns itens que constam no novo contrato.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)

Com informações de Maurício Araujo (Mtb 17.781)
Foto: Thassiani Porto

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA