Milhares de pessoas visitaram o Feirão Colonial na manhã de sábado (1º), em Santa Maria. A intensa movimentação no local serviu como termômetro para a 24ª Feira Internacional do Cooperativismo (Feicoop) e 13ª Feira Latino-Americana de Economia Solidária, que iniciam na sexta-feira (7) e seguem até domingo (9).

“Parece que a Feicoop já iniciou hoje (sábado), desde as 7h os pavilhões estavam cheios”, argumenta a coordenadora do Projeto Esperança/Cooesperança, irmã Lourdes Dill.

O Feirão Colonial ocorre há 25 anos no Centro de Referência de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter. Após a edição desse sábado, o mutirão de limpeza iniciou a lavagem de todos os pavilhões. Até quinta (6), todas as mesas dos expositores estarão montadas.

Quem visitou o Feirão Colonial já notou que parte da estrutura da Feicoop já está pronta. Foram instaladas as tendas em frente ao Centro de Referência, assim como as tendas no Parque da Medianeira, onde ficará a Praça da Alimentação.

A Feira

A Feicoop é uma grande escola de organização e formação de convivência do voluntariado, dos Movimentos Sociais e da Economia Solidária. São 24 anos de construção coletiva e interativa. É um braço do Fórum Social Mundial que constrói um “Outro Mundo Possível” e uma “Outra Economia que já Acontece!”.

Horários de visitação

Sexta-feira (7) – das 8h às 20h
Sábado (8) – das 8h às 20h
Domingo (9) – das 8h às 18h

Exposição

Serão expostos na Feira cerca de 10 mil produtos, entre agroindústria familiar, artesanato, alimentação, hortifrutigranjeiros, plantas ornamentais, serviços e produtos de povos indígenas.

Estimativa de público 

Este ano, são esperadas 250 mil pessoas durante os três dias de evento. Em 2016, conforme a Brigada Militar, foram 248 mil visitantes.

Diferenciais do evento

Durante a Feicoop ocorrem práticas do comércio justo e consumo ético e solidário, trocas solidárias com moeda social e muitas atividades de formação e interação. Na Feira não há consumo de cigarros e a água não é comercializada durante o evento. A Economia Solidária entende que a água é um bem universal e um patrimônio da humanidade.

Refrigerantes também não são vendidos. Os produtos oferecidos na Feira são de procedência ecológica. A organização do evento trabalha com a teoria e a prática, articulando campo, cidade e as diferentes culturas e etnias.

Organização

A Feicoop é organizada pelo Projeto Esperança/Cooesperança, da Arquidiocese de Santa Maria, e pela Prefeitura Municipal de Santa Maria, com apoio de dezenas de instituições, entidades e empresas.

O que é Economia Solidária

É um jeito diferente de produzir, de comprar, de trocar, de vender, de consumir produtos, oferecer e receber crédito. O que move esta economia é o desejo de que não existam excluídos, que a riqueza produzida no trabalho seja partilhada e que todos/as tenham qualidade de vida.

A Economia Solidária é também uma estratégica de desenvolvimento sustentável que considera todas as dimensões (econômica, social, cultural, ambiental, política…).

Feicoop no Facebook

Curta a fanpage do evento: https://www.facebook.com/feicoop/.

Informações sobre a Feira

Fale diretamente com o Projeto Esperança/Cooesperança pelos telefones: (55) 3219-4599 ou (55) 3223-0219. Contato também pelo e-mail projeto@esperancacooesperanca.org.br ou no site http://www.esperancacooesperanca.org/.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)

Texto e foto: Maiquel Rossauro – Assessoria de Imprensa / Feicoop

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA