Quem ainda não se vacinou, tem até esta sexta-feira (26) para procurar uma Unidade de Saúde do Município e garantir a imunização contra a gripe. A Campanha Nacional da Vacinação encerra nesta sexta-feira (26) e ainda não há informações se o período para a aplicação da dose será prorrogado.

SANTA MARIA

O setor de Vigilância Epidemiológica e Imunizações, da Secretaria de Município da Saúde, divulgou, nesta quinta-feira (25), o balanço atualizado da vacinação contra a gripe em Santa Maria. Conforme os dados, 80.052 pessoas já receberam a dose da vacina na cidade desde o início da campanha, em 10 de abril.

O total de imunizados inclui todos os grupos que são considerados prioritários (veja abaixo o total de vacinados por segmento). Conforme o balanço, dos grupos que têm meta definida a ser atingida, o das Puérperas é o único que já atingiu alcançou 90% do segmento. Até esta quinta-feira, das 420 mulheres que deveriam ser imunizadas, 404 já receberam a dose, o que representa um total de 96,19% do grupo contemplado.

O grupo dos trabalhadores da saúde e o dos idosos estão próximos a atingir a meta prevista. No caso do primeiro grupo, 12.812 trabalhadores da área da saúde já receberam a vacina, de um total de 14.471 que devem ser vacinados. Já com relação aos idosos, 31.022, de 36.292, foram imunizados.

A vacinação contra a gripe segue até esta sexta-feira (26). As pessoas que fazem parte dos grupos prioritários podem buscar as Unidades de Saúde do Município para receber a dose da vacina, que protege contra a Influenza A (H1N1 e H3N2) e a Influenza B (Subtipo Brisbane)

Crianças de seis meses a menores de cinco anos

Meta: 14.147

Vacinados: 7.720 (54,57%)

Trabalhadores da área da Saúde

Meta: 14.471

Vacinados: 12.812 (88,54%)

Gestantes

Meta: 2.555

Vacinados: 1.739 (68,06%)

Puérperas

Meta: 420

Vacinados: 404 (96,19%)

Índios

Meta: 178

Vacinados: 148 (83,15%)

Idosos

Meta: 36.292

Vacinados: 31.022 (85,48%)

Total de vacinados dos grupos que têm meta a ser atingida: 53.845 vacinados

Demais grupos

Pacientes crônicos: 21.875 vacinados

Professores: 3.355 vacinados

Sistema prisional: 977 vacinados

Total geral de doses aplicadas no Município: 80.052

BALANÇO

Na próxima segunda-feira (29), está prevista uma reunião na SES, com representantes da secretaria de saúde de Porto Alegre e de representantes do Rio Grande do Sul, para detalhar a cobertura da imunização e os procedimentos com as doses que sobrarem, como explicou que o secretário estadual de Saúde, João Gabbardo dos Reis. Deverão sobrar cerca de 1,5 milhão de vacinas.

No Rio Grande do Sul, até o momento, foram confirmadas cinco mortes por gripe, número bem inferior ao registrado no ano passado, com 208 óbitos. O secretário estadual de Saúde, João Gabbardo dos Reis, ressalta que esta situação pode ter contribuído para que houvesse uma procura menor para a imunização, na comparação com 2016. Outro aspecto é que o vetor do vírus da gripe qué provocou óbitos é diferente do H1N1 (Gripe A).
IMUNIZAÇÃO

Ao mesmo tempo, apontou que a vacinação é fundamental para proteger aqueles que são mais vulneráveis à doença. Além disso, a campanha ocorre antes do início de inverno, quando as chances de desenvolver gripe são maiores. Isso ocorre porque permite que as pessoas desenvolvam a imunização necessária, o que demora em média 10 dias após a aplicação da dose. “O período da campanha é determinado exatamente para dar tempo da imunização efetiva. Depois, durante o inverno, não fará muito sentido a vacinação”, explicou.

Durante da mobilização final da vacinação, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde ressaltou a importância da vacinação diante do movimento de alguns grupos que criticam a credibilidade das doses. Segundo a nota do conselho, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) propiciou resultados importantes, como a erradicação da Varíola, o controle da Poliomielite e a eliminação do Sarampo e da Rubéola Congênita como problemas de saúde pública.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)

Com texto de Mariana Fontana (Mtb 17.770) e informações do Correio do Povo
Foto: Deise Fachin / Prefeitura

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA