Devido à superlotação o Pronto Socorro do Hospital Universitário de Santa Maria (Husm) está fechado desde ontem (28) para receber novos pacientes. O problema decorre da falta de leitos e macas. A capacidade do PS é para 43 pacientes, mas na manhã desta terça-feira (28), havia 84 pessoas, sendo que 24 nos leitos, 50 em macas e 10 em observação.

A direção do Husm emitiu um comunicado oficial à rede credenciada do município, à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), PA do Patronato, Samu e 4ª Coordenadoria Regional de Saúde, explicando que só atenderá casos de urgência e emergência. Da mesma forma, a direção do Husm explica que a situação só será normalizada, assim que os leitos e macas em uso forem desocupados.

Esta é a terceira vez que o Husm enfrenta problemas com a falta de leitos em 2017. No ano passado, o PS fechou doze vezes, devido à superlotação. O Husm é referência e a porta de entrada para pacientes do SUS de mais de 40 municípios da Região Centro.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi

Foto: reprodução

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA