O Chefe da Casa Civil da Prefeitura de Santa Maria, Guilherme Cortez, negou que a assinatura do decreto executivo, que abre caminho para que a Prefeitura possa nomear até 40 CCs, seja uma resposta aos aliados descontentes, que ameaçam deixar de apoiar o governo, por não terem conseguido uma vaga na atual administração municipal, após as eleições.

Pozzobom assina decreto que abre caminho para contratação de 40 cargos de confiança

Coube a Guilherme Cortez explicar a medida tomada pela Prefeitura, na quarta-feira da semana passada.

CHEFE DA CASA CIVIL NEGA QUE DECRETO DOS CCs SEJA PARA CONTEMPLAR ALIADOS

O decreto assinado pelo prefeito Jorge Pozzobom revoga artigo de decreto anterior, de 2 de janeiro, quando a Prefeitura adotou medidas para conter despesas diante da grave situação financeira e congelou a contratação de CCs pelo intervalo de um ano. Ainda segundo Guilherme Cortez, a medida adotada agora servirá para amparar programas e ações estratégicas do governo, como, por exemplo, o Programa Fila Zero.

CHEFE DA CASA CIVIL EXPLICA OS MOTIVOS DO NOVO DECRETO

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA