loading...

Mutirão no sábado (25) retirou 10 mil litros de lixo na Barragem do DNOS, em Santa Maria

Mutirão no sábado (25) retirou 10 mil litros de lixo na Barragem do DNOS, em Santa Maria

O Dia Mundial da Água, comemorado em 22 de março, foi celebrado para valer na tarde deste sábado (25), com um grande mutirão de limpeza na Barragem do DNOS. A ação foi promovida pela Associação Santamariense de Esportes Náuticos (ASENA) e teve o apoio direto da Prefeitura de Santa Maria, por meio da Casa Civil e das secretarias de Meio Ambiente e Cultura, Esporte e Lazer.

Também participaram do mutirão Corsan, Corpo de Bombeiros e Grupo Bandeirantes da Serra (GBS), além de moradores do Bairro Campestre do Menino Deus, na Região Norte de Santa Maria.

A Campanha da Fraternidade 2017 trata justamente da importância da preservação do meio ambiente. Lançada no início do mês, a Campanha da Fraternidade desse ano tem como tema “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação”.

Arcebispo concede entrevista coletiva no lançamento da Campanha da Fraternidade

Durante a atividade de sábado, os voluntários foram divididos em grupos para realizar a retirada de lixo das águas e do entorno da Barragem do DNOS, no Arroio Vacacaí-Mirim. Para chegar ao locais em que o acesso era mais difícil, a equipe do mutirão contou com o apoio de caiaques e de uma lancha dos Bombeiros.

Já o carregamento do lixo foi feito com uma retroescavadeira e um caminhão caçamba, cedido pela Corsan. Ao final de duas horas de trabalho, foram retirados quase 10 metros cúbicos de resíduos sólidos, o equivalente a 10 mil litros.

“Muito além de ser uma homenagem simbólica ao Dia Mundial da Água, esta atividade serve para chamar a atenção das pessoas para ações em prol de um Meio Ambiente melhor, mais salutar. E isso é responsabilidade de todos, sem exceção”, destacou o secretário adjunto de Meio Ambiente, Guilherme Rocha.

O reservatório da Barragem do DNOS é responsável pelo abastecimento de água de 30% da cidade de Santa Maria e é local de prática de esportes náuticos de mínimo impacto, como canoagem e stand up paddle.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB11.110)

Texto e fotos: Ramiro Guimarães (Mtb 13.009)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *