A reforma parcial na cobertura do ginásio do Guarani Atlântico está sendo disputada por quatro empresas. A abertura dos envelopes de habilitação aconteceu na manhã desta quinta-feira (16), na Sala de Licitação do Centro Administrativo Municipal. O complexo esportivo, localizado no Bairro Salgado Filho, foi destelhado em outubro de 2015, após forte temporal.

Durante a sessão pública, a Comissão Permanente de Licitações de Obras e Serviços de Engenharia realizou a conferência da documentação. Após, a comissão fará destes documentos de habilitação. Ainda não há data definida para a abertura dos envelopes de proposta financeira.

A licitação, na modalidade “Tomada de Preços”, busca a contratação, pelo regime de execução indireta, do tipo “menor preço”, empreitada por preço global, com fornecimento de material e mão de obra, referente à execução de serviços de forma parcial da cobertura do ginásio.

Compareceram à sessão do certame as empresas Bragagnolo Construção Civil Ltda, de Erechim (RS), Vip Soluções e Negócios Eireli ME, de Gravataí (RS), Edson Vimar da Silva ME, de Palmitinho (RS) e Ataíde Teixeira Lobell – ME, de Tupanciretã (RS).

A sessão de abertura dos envelopes de habilitação foi acompanhada pela entidade Observatório Social de Santa Maria, por meio de seus representantes.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)

Texto: Ana Bittencourt (Mtb 14.265)
Foto: Gabriel Haesbaert / A Razão / Arquivo

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA