Os desembargadores da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado, julgam, na próxima semana, recurso dos advogados dos quatro réus do incêndio da Boate Kiss, na tentativa de impedir que os acusados sejam submetidos a Júri Popular. Em julho do ano passado, o juiz Ulysses Fonseca Louzada, determinou que os réus Elissandro Spohr (Kiko), Luciano Bonilha Leão, Mauro Hoffmann e Marcelo de Jesus dos Santos fossem julgados pelo Tribunal do Juri. O julgamento do recurso será na próxima quarta-feira (22), às 14h. Os réus são acusados de homicídio doloso, qualificado por incêndio e motivo torpe, de 242 pessoas e tentativa de homicídio de outras 600 vítimas. Caso o Tribunal de Justiça do estado confirme a decisão de primeira instância, mantendo a realização do Júri Popular, os advogados dos acusados ainda podem recorrer ao Superior Tribunal de Justiça.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)

Com informações do Jornal Diário de Santa Maria

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA