A Arquidiocese de Santa Maria promoveu, na manhã desta segunda-feira (13), um encontro com prefeitos, vice-prefeitos e secretários de município da região, para discutir assuntos relacionados à Campanha da Fraternidade 2017. O encontro com as lideranças regionais ocorreu nas dependências do Seminário São José, e teve a participação do arcebispo Metropolitano, Dom Hélio Adelar Hubert. Na oportunidade, o religioso lembrou dos transtornos ocasionados em Santa Maria e outras cidades do RS, durante o final de semana, em função do grande volume de chuva. Dom Hélio reforçou que grande parte dos alagamentos ocorrido, se deve em função do trato que o homem dá ao meio ambiente e citou a importância de, cada vez mais, se discutir temos e ações de preservação ao nosso habitat. O vice-prefeito de Santa Maria, Sérgio Cechin, prestigiou o encontro.

CONFIRA A ENTREVISTA DE DOM HÉLIO E DO VICE-PREFEITO SÉRGIO CECHIN

Este ano o tema da campanha é “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2.15). A abertura oficial da programação ocorreu no dia 1º de março, em missa celebrada na Catedral Metropolitana de Santa Maria, na Avenida Rio Branco.

“A campanha tem como proposta guardar, proteger e cultivar as regiões brasileiras, cada uma com sua peculiaridade, beleza e problemas”, disse Dom Hélio. O arcebispo também comenta como a comunidade pode contribuir. “É um momento importante para rezar sobre a realidade da Terra, refletir as situações que estão em pauta e também as que não estão, e pensar nas críticas que devem ser feitas para melhorar a sociedade. Precisamos pensar como seres humanos, independente da raça, sobre como estamos cuidando da natureza”, disse o religioso.

Dom Hélio também chama a atenção quanto à necessidade de cultivar o hábito e o cuidado, desde criança, com o lixo e com todo o ecossistema. “Tudo faz parte da nossa realidade, como a água, fauna, flora e toda a natureza. Com pequenas ações, podemos ajudar o meio ambiente e economizar itens básicos, como energia elétrica e água. A natureza é grata se o ser humano a trata com carinho, todos são assim”, exemplifica o arcebispo.

Campanha que envolve a comunidade

A Campanha da Fraternidade é realizada todos os anos pela Igreja Católica no Brasil. Nada mais é do que uma campanha que envolve a comunidade com diversas ações pastorais em todas as regiões do Brasil. A iniciativa é marcada pelo empenho de todos em favor da solidariedade e fraternidade, sempre abordando temas atuais, que a cada ano propõe uma transformação social e comunitária, seja ela em desafios sociais, econômicos, culturais e até mesmo religiosos, onde toda a população envolvida é convidada a ver, julgar e agir.

Muitas pessoas se perguntam, “Mas quando a Campanha da Fraternidade começa?”. A Campanha da Fraternidade sempre começa na Quarta-feira de Cinzas e acontece durante o ano todo! Muitas pessoas acham que ela termina depois da Páscoa, mas não. Ela dura até o fim do ano, junto com o Ano Litúrgico, onde são desenvolvidas diversas atividades pastorais.

Oração da Campanha da Fraternidade 2017

Deus, nosso Pai e Senhor,
nós vos louvamos e bendizemos,
por vossa infinita bondade.

Criastes o universo com sabedoria
e o entregastes em nossas frágeis mãos
para que dele cuidemos com carinho e amor.

Ajudai-nos a ser responsáveis e zelosos pela
Casa Comum.

Cresça, em nosso imenso Brasil,
o desejo e o empenho de cuidar mais e mais
da vida das pessoas,
e da beleza e riqueza da criação,
alimentando o sonho do novo céu e da nova terra
que prometestes.

Amém!

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi (MTB 11.110)
Foto: Padre Sílvio Weber / Rádio Medianeira

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA