O comando-geral da Brigada Militar (BM) informou aos prefeitos da região, que está suspendendo o Patrulhamento Intermunicipal (Patrin) 24 horas, nas cidades cobertas pelos efetivos do 1º Regimento de Polícia Montada (1º RPMon). Segundo informações do Jornal Diário de Santa Maria, o comunicado ocorreu nesta segunda-feira (6), durante reunião com prefeitos e representantes de 19 municípios. Ao todo, pelo menos 11 cidades abrangidas pela corporação, devem sentir os efeitos da medida.

O Patrin foi uma alternativa encontrada para enfrentar o déficit de policiamento. Na prática, São Pedro do Sul, Toropi e Dilermando de Aguiar; São Vicente do Sul e Mata; Faxinal do Soturno, Nova Palma, Ivorá e São João do Polêsine; e Nova Esperança do Sul e Vila Nova do Sul dividiam o patrulhamento ostensivo feito pela BM, o que permitia que houvesse policiais nas ruas 24 horas por dia.

Dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP) divulgados na tarde de ontem, dão conta de que 100% dos municípios sob a responsabilidade do 1º RPMon têm efetivo defasado, sendo que 80% deles têm menos da metade do que seria considerado o ideal.

O comandante do 1º RPMon, Erivelto Hernandes Rodrigues, Hernandes se reuniu com o comandante do Comando Regional de Polícia Ostensiva (CRPO) Central, coronel Ricardo Alex Hofmann, e as duas frentes decidiram, juntas, pedir auxílio aos chefes dos Executivos municipais para articular ações de combate à criminalidade de forma integrada, tendo em vista os casos mais recorrentes.

OUÇA O ÁUDIO DO COMANDANTE DO 1º RPMON

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi

Com informações do Jornal Diário de Santa Maria
Foto: Arquivo

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA