A 7ª edição do projeto Cultural Medianeira Instrumental, da Arquidiocese de Santa Maria acontece neste domingo, dia 19 de fevereiro, às 19h, na Basílica da Medianeira e a atração será a Orquestra Jovem Recanto Maestro, vinda da cidade de São João do Polêsine, na região central do Estado.

Tendo iniciado suas atividades em janeiro de 2015, o projeto da Orquestra Jovem Recanto Maestro conta hoje com 80 alunos que aprendem instrumentos de cordas friccionadas: violino, viola, violoncelo e contrabaixo. A Orquestra é composta por estudantes das cidades de São João do Polêsine, Agudo e Santa Maria.

As aulas ocorrem em diferentes níveis e os alunos são separados em turmas de acordo com o grau de evolução no instrumento, tendo aulas três vezes por semana, sendo duas no núcleo onde o aluno está inscrito e uma na sede da orquestra no Recanto Maestro.

Nos meses de janeiro e julho, aproveitando o período de férias escolares dos estudantes, ocorrem as residências musicais, em que são oferecidas aulas em formato intensivo, de manhã e de tarde.

Nesse período, os estudantes que tiram as melhores notas e tem mais mérito em termos de comportamento e assiduidade nas aulas do semestre ganham a hospedagem, alimentação e a oportunidade de terem instruções de alto nível.

A Coordenação do projeto é do violinista, Michael Penna, o qual tem experiência em projetos de educação musical de diferentes países da América Latina.

O Coordenador enfatiza a importância da Orquestra para a formação humana dos jovens. “Procuramos oferecer as condições para que as crianças e jovens possam ser protagonistas de uma vida alegre e exitosa na área de atuação que escolham, e os que queiram seguir a carreira musical tenham desenvolvido os fundamentos técnicos de maneira correta e atuem nessa área de maneira exitosa”, explica Penna.

O diferencial da Orquestra Jovem Recanto Maestro está na metodologia utilizada. Para o Diretor Geral da Orquestra, Claudio Carrara, a metodologia da Orquestra Jovem prima pela valorização de valores como a meritocracia. “A música é uma ferramenta para desenvolver a responsabilidade, a autonomia e o protagonismo deste jovem”, conta.

Apesar do pouco tempo de existência a Orquestra Jovem Recanto Maestro já alcançou parcerias com importantes músicos e instituições como por exemplo o Maestro Antônio Borges Cunha que é regente da Orquestra de Câmara do Theatro São Pedro e tem um vínculo muito forte com o projeto, desde o seu início e constantemente dirige e ajuda no desenvolvimento da orquestra.

Além da importantíssima contribuição do Maestro Cunha a Orquestra Jovem realizou uma recente parceria com a Academia da Filarmônica de Medellín da Colômbia e com o El Sistema de Orquestras e Coros da Venezuela trazendo profissionais desses países para ajudarem a alcançar o nível de excelência almejado.

Esta será a 7ª, das 12 apresentações que fazem parte do Projeto “Medianeira Instrumental” desenvolvido pela Arquidiocese de Santa Maria, através da Lei Rouanet. As apresentações acontecem no terceiro domingo de cada mês e a entrada é franca.

No dia 25 de fevereiro, às 12h45min, a apresentação será transmitida para todo o Brasil pela Rede Vida de Televisão.

Apresentação contará com a participação do venezuelano Julian Ramos

Para enriquecer ainda mais o espetáculo cultural, a Orquestra Jovem Recanto Maestro convidou o venezuelano Julian Ramos para fazer uma participação durante a apresentação de domingo.

Julian Ramos é venezuelano, membro da assembleia da Fundação Orquestra Sinfônica do Estado Lara, diretor e fundador do Sistema Nacional de Orquestras e Coros da Venezuela.

Foi criador da cátedra experimental de oboé nesse país, membro da equipe de professores da CAF, OEA, ONU que dita oficinas em diferentes países do mundo.

Também foi fundador, junto do Dr. Williams Montesinos da Universidade de Sorbonna de Paris do projeto “Niños Criadores”. Ele é um dos responsáveis da preparação das principais orquestras da Venezuela, incluindo a Orquestra Sinfônica Nacional Infantil, bandeira do projeto social artístico venezuelano.

Central de Jornalismo – Fabricio Minussi

Franciele Volpatto
Assessoria de Comunicação do Projeto Medianeira
Foto: Divulgação

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA