Hoje equipes colocarão os tabuleiros (por onde passam os veículos) e também as rampas de acesso

Hoje equipes colocarão os tabuleiros (por onde passam os veículos) e também as rampas de acesso

A ponte móvel instalada pelo Exército no quilômetro 153 da RSC-287, entre Candelária e Novo Cabrais, deve entrar em fase de testes ainda hoje. As peças foram levadas nessa segunda-feira pelo 3º Batalhão de Engenharia de Combate, de Cachoeira do Sul, e a montagem começou na terça. No final da tarde de ontem, conforme informou o comandante da operação, tenente Pedro Soeiro Maas, a armação já havia sido atravessada sobre o vão onde se encontra a galeria danificada, faltando apenas o assentamento e a colocação dos tabuleiros e rampas.

A previsão da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), que administra o trecho, é de que o trânsito seja liberado a partir de amanhã. Além dos militares, funcionários da estatal também devem ser mantidos no local para controlar o fluxo de veículos. O engenheiro  Luís Fernando Vanacor, da EGR, explicou que, após a montagem, ainda será preciso pavimentar o entorno da conexão e fazer pinturas de sinalização, mas garante que o serviço será rápido. Durante os testes, carros de passeio e ônibus serão usados para verificar o funcionamento da ligação e garantir a segurança total dos usuários.

A estrutura metálica tem 34 metros de extensão, além de duas rampas de sete metros em cada lado. Com capacidade para suportar até 30 toneladas, só poderá ser usada por veículos de passeio e de carga leves, que tenham até quatro eixos.

A construção da ponte definitiva, que deve acontecer em paralelo à ponte provisória, continua sem prazo para começar. A EGR informou que até o final da semana uma empresa deve ser contratada em caráter emergencial para executar a obra, a qual deve levar, no mínimo, 90 dias para ser concluída. No entanto, o projeto da ponte ainda não foi entregue. Caminhões e demais veículos pesados não poderão utilizar a ligação móvel e devem continuar desviando por Pantano Grande e Cachoeira do Sul, pelas BRs 471, 290 e 153.

Central de Jornalismo – Fabricio Minusi

Por: Fernanda Szczcinski / Portal Gaz Online
Foto: Arzélio Strassburger / Reprodução

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA