OUÇA OS ÁUDIOS: delegado Regional e advogado vivem momentos de pânico durante voo para o Brasil

0
147
Passageiros do voo 089 da empresa aérea TAP, entre eles dois santa-marienses, viveram momentos de pânico nesta manhã. A aeronave em que estavam o delegado Regional de Polícia Civil, Sandro Meinerz, e o advogado criminalista Daniel Tonetto, partiu por volta das 10h30 (horário de Brasília) rumo a São Paulo, com previsão de chegada às 20h desta terça-feira. Duas horas após a decolagem do aeroporto Humberto Delgado, uma turbina estourou e foi necess´rio esvaziar o combustível para garantir o pouso. Havia 177 passageiros a bordo.
“Foi pânico total. Achei que seria minha última viagem”, desabafou Tonetto, em entrevista exclusiva ao Jornal A Razão. Segundo o advogado, houve uma forte turbulência antes do aviso do incidente. Mesmo com o problema detectado pelo piloto, os passageiros não foram avisados imediatamente. “Voamos cerca de 40 minutos antes de nos avisarem do problema. Foi uma gritaria na hora do aviso”, lembrou o advogado.
A aeronave levou quase uma hora para retornar a Lisboa e pousar com segurança. Já em solo, Tonetto descreveu que o clima ainda era de muita tensão entre os passageiros e a tripulação. “Nunca vamos esquecer dessa. Clima tenso”, declarou o advogado.
Já o delegado Sandro Meinerz, fez questão de tranquilizar a todos. “A gente sabe da situação que vive a Europa, nesse momento, com questões relacionadas ao terrorismo e todos os cuidados que as pessoas tomam, mas está tudo bem. Não passou de um grande susto”, concluiu Meinerz.
Central de Jornalismo – Fabricio Minussi
Reportagem: José Mauro Batista e Fabricio Minussi / A Razao
Foto: Reprodução / Especial

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA