Morreu por volta do meio dia desta segunda-feira o cachorro resgatado pela Brigada Militar e Guarda Municipal vítima de maus tratos. O animal, que foi queimado vivo por quatro adolescentes apreendidos pela Polícia, não resistiu aos ferimentos após ter sido acolhido pela ONG Clube dos Animais. O ataque ocorreu por volta das 19h de domingo, na Avenida Pedro Saccol, próximo ao Posto Pilon, no Distrito Industrial. Os adolescentes apreendidos têm entre 9 e 17 anos de idade. A menina, de 17 anos, que possui transtornos mentais, teria sido a autora do ataque contra o cão. Os outros três menores foram encaminhados ao Conselho Tutelar e os pais tiveram que assinar um termo circunstanciado.

Central de jornalismo – Fabricio Minussi

Foto: Reprodução / Facebook

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA